Discos de RAP – RZO

O SESC Belenzinho, em São Paulo, apresenta três grupos de relevância no cenário do RAP nacional para apresentarem seus álbuns de maior destaque.

Nos dias 15 e 16 deste mês, o RZO (Rapaziada da Zona Oeste) apresentou o disco “Todos São Manos” (1999). Esse foi o primeiro álbum de estúdio lançado pelo grupo, gravado em parceria com a Cosa Nostra. Entre as 16 faixas estão as famosas “O Trem” e “Pirituba”.

12443780_1726415657592839_503879866_o

Enxame foi o som que abriu a noite, Helião, Negra Li, Sandrão, Calado e Nego Jam, seguiram o repertório do disco em cima das bases tocadas por dj Cia. Negra Li entrou repentinamente ao palco em Paz Interior, e vibrou rimando Rap é Compromisso, em homenagem a Sabotage.

IMG_0095

Helião

A comando de Sandrão ingressamos em um Rolê na Vila:

Qualy, do grupo Haikaiss, fez uma participação especial com Infame, música em parceria com Sandrão.

IMG_0314

Qualy e Sandrão

Cia interviu fazendo uma performance com as pick-ups de tirar o folego.

IMG_0372

Dj Cia

Gabrielzinho, um moleque zica que vira e mexe vemos nos shows, dotado de muita personalidade e atitude subiu ao palco para compor o cenário.

IMG_0338

Gabrielzinho e Calado

Para fechar a noite, Negra Li rimou Luta Cansativa.

IMG_0161

Negra Li

O Projeto Álbum continua no Sesc Belenzinho com De Menos Crime interpretando “São Mateus para a Vida” (1998) no dia 13 de fevereiro, e Posse Mente Zulu executando o disco “Revolusom: A volta do tape perdido” (2005) no dia 19 de março.

+ Fotos
+ Vídeos