RAPBIRTHDAY M. Sário com participação de Kamau, Max B.O. e Monkey Jhayam

Na última sexta feira, 09, M. Sário completou 32 anos. Para comemorar, o projeto Batidas e Levadas o convidou para executar um belo show na casa Da Leoni, localizada na Rua Augusta em São Paulo.

Apolo, M. Sário, Max B.O., Kamau

Apolo, M. Sário, Max B.O., Kamau

O cantor está prestes a lançar seu cd solo “Sangue de leão” que conta com diversas participações. Para o show, M. Sário chamou mestres do RAP e do Reggae, como Kamau, Max B.O. e Monkey Jhayam. A abertura ficou por conta de B.L.U.N.T. (Bem Loucos Unidos No Tema), grupo de Pirituba, São Paulo.

Twix (B.L.U.N.T.)

Twix (B.L.U.N.T.)

A casa abriu as portas às 23h com dj The Rock nos toca discos. Como previsto, por volta de 1h B.L.U.N.T. subiu ao palco, cantaram músicas novas como “Meros mortais”, “Colhendo os frutos”, “West Coast” e “1119”, que farão parte do cd “Immortalitas”.

Dj Kokay agitou a noite com altos mashups, Ol’ Dirty Bastardy cantava na base de “Capítulo 4 Versículo 3” de Racionais Mc’s, depois Snoop Dogg e Dr Dre cantavam Nuthin’ But A ‘G’ Thang na base de “Shimmy Shimmy Ya”.

2015/01/img_1137.jpg

M. Sário

Por volta de 02:40 era a vez da grande atração subir ao palco. Com a banda Brasativa composta por bateria, baixo, guitarra, teclado e dj, M. Sário cantou “Alívio“, o sucesso “Só O Amor“, e relembrou os sons de seu antigo grupo Pentágono, em “Beabá“, “Pelo o Que Eu Sei” e “Lembranças“.

Kamau

Kamau

Kamau foi chamado ao palco para uma ilustre participação, depois foi a vez de Max B.O. chegar arrebentando no improviso.

M. Sário e Max B.O.

M. Sário e Max B.O.

Logo, M. Sário voltou com “Tudo Vai Passar“, música de Rael na qual participa. Versou “Jesus Chorou” de Racionais Mc’s e chamou Monkey Jhayam que cantou com “Tudo Tem Seu Preço“.

M. Sário e Hataka

M. Sário e Hataka

Seguiu com “Sangue de leão”, música nova que fará parte do disco homônimo. Hataka foi convidado a subir ao palco, introduziu com “Correria”. Por volta de 04h da madrugada, M Sário anunciou a saidera, com todos os convidados no palco cantou “É O Moio“, emendaram com “Get up Stand Up” de Bob Marley,  e continuaram com “I Want Get High” de Cypress Hill. Max B.O. improvisou novamente e passou a rima para Kamau, que embalou com “Parabéns à Você”. Por fim cantaram “Swing“. Essa saidera foi o ápice do show, encerrado numa vibe deliciosa.

Max B.O., M. Sário, Apolo e Kamau

Max B.O., M. Sário, Apolo e Kamau

Clique aqui para conferir todas as fotos!

Clique aqui para conferir os vídeos!