Black Na Cena – Primeiro Dia

Na arena do Anhembi, São Paulo, aconteceu a primeira edição do festival Black na Cena, que contou com 3 dias de muita black music! O festival foi muito bem organizado e divulgado, os três dias foram contemplados com 27 mil pessoas que prestigiaram o melhor da música negra e sua cultura. Muitos cantores passaram pelo palco deixando o festival repleto de música de qualidade. Além de música o Black na Cena também contou com manifestações culturais, pudemos ver um grafitti sendo feito em um grande mural, havia uma exposição de carros e bicicletas lowrider e ações sociais como Sos Florestas, Matilha Cultural Institucional e Instituto Triângulo.

O primeiro dia misturou funk, soul e mpb, levando muito gingado ao público:

Line Up

Farufyno; Tony Tornado; Baile do Simonal; Sandra de Sá; Seu Jorge; George Clinton.

Quem abriu o festival foi o grupo Farufyno com a música “Umbabarauma” e assim transformaram as poucas pessoas presentes em uma multidão que cantava junto músicas como “Ela Partiu” do Tim Maia, e dançavam samba rock. Com 81 anos, Tony Tornado estava no palco esbanjando energia, cantou as clássicas “Sou negro sim”, “Br3”, e ainda fez homenagem à James Brown e Tim Maia, nessa parte houve participação especial de Lincoln Tornado, seu filho. O Baile do Simonal com Max de Castro e Simoninha animaram o público que dançava e cantava e ainda relembraram a música de Wilson Simonal de 1967 “Tributo à Martin Luther King”. Seu Jorge cantou suas mais famosas e ainda arriscou misturar “Zé do Caroço” de Leci Brandão com “Negro Drama” dos Racionais Mc’s, disse que as músicas tem muito a ver e que Negro Drama é o hino dos negros brasileiros.

Neste dia 7 mil pessoas estavam presentes para conferir o considerado pai do funk, fundador da banda Parliament-Funkadelic. Quem anunciou a entrada de George Clinton, foi nada menos que Flavor Flav e Chuck D. do Public Enemy, uma grande surpresa para o público. Clinton completou 70 anos em cima do palco fumando um baseado que ganhou de um fã, o show preparado foi muito especial e exclusivo, durou mais de uma hora e meia! Da produção, George ganhou um buquê de rosas brancas e vermelhas e um bolo com marshmallow e morangos, ele se serviu com as próprias mãos e a cobertura foi passada na cara do guitarrista Michael Elton e de Flavor Flav, que deu um “Parabéns a Você” em português mesmo e depois disse para a platéia, dessa vez em inglês: “me ajudem, não sei cantar português”, todos responderam com uma mistura de línguas. George Clinton agradeceu e deu um beijo no rosto de Flav. O rapper também participou da canção “Flash Light” junto com a sobrinha de Clinton, Sativa Clinton. O palco estava cheio, tinham saxofonistas, backing vocals, uma delas fazendo uma performance com patins e na platéia estava Nelson Triunfo dançando como ninguém e chamando a atenção de Flavor Flav, que apontava para ele e mostrava a George a coreografia do brasileiro. Para encerrar a noite houve um solo de guitarra por Michel, contemplado por teclado e bateria.